No mundo dos negócios, é bastante comum encontrar empreendedores que sentem a necessidade de manter o controle de sua empresa e que devem ser responsáveis por todos os aspectos de seus negócios. No entanto, essa mentalidade costuma ser um fator negativo no longo prazo.  É por isso que muitas organizações acabam apostando em um Conselho consultivo, que pode se tornar uma ferramenta de gerenciamento poderosa que todas as empresas, de pequeno ou grande porte, não deveriam ficar sem.

Nenhuma empresa é pequena demais para não poder se beneficiar de ajuda externa.

O que é um Conselho consultivo?

Esse conselho é formado por pessoas externas à organização, que podem trazer conhecimento e experiência em áreas nas quais o conhecimento dos acionistas, executivos e da equipe de gestão pode faltar, como: controles internos, finanças,  desenvolvimento de pessoal, marketing,  fiscal e outras áreas.

Os membros do conselho também podem ter importante conhecimento do setor e experiência em primeira mão, adquirida no trabalho com outras organizações que enfrentam desafios  complexos, como um ataque cibernético ou gerenciamento de uma crise.

Quais são os benefícios de um Conselho Consultivo?

O Conselho consultivo pode ajudar um empreendedor em diversos aspectos, sendo os principais:

  • análise das condições do mercado;
  • recomendações de inovação tecnológica;
  • sugestões de mudanças no produto ou serviço;
  • previsão de tendências;
  • um novo ponto de vista sobre a organização;
  • fonte de novas ideias;
  • visão isenta de “usos e costumes”
  • análises e conselhos

Se você deseja suporte para a implementação de um Conselho consultivo na sua empresa, entre em contato com nossos especialistas! Ficaremos felizes em ajudá-lo a alcançar seus objetivos organizacionais.